PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Powell descarta elevação preventiva de juros e vê inflação atual como temporária

17:15 | 22/06/2021

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, afirmou nesta terça-feira, 22, que o BC dos Estados Unidos não realizará uma alta "preventiva" de juros, esperando em vez disso que a inflação de fato suba para apenas então realizar essa elevação. Durante depoimento no subcomitê sobre a crise do coronavírus da Câmara dos Representantes dos EUA, ele atribuiu a força recente da inflação à retomada forte na demanda, em quadro de oferta ainda limitada em alguns segmentos, mas notou que isso deve perder fôlego conforme o cenário se normaliza adiante.

"O Fed agirá se a inflação ficar muito elevada", garantiu o presidente do Fed.

Powell comentou que o papel do Fed para combater a desigualdade passa por garantir a busca pelo máximo emprego, evitando um aperto monetário antes da hora adequada.

Ele disse "suspeitar fortemente" que a geração de vagas aumentará no país, no restante deste ano. Questionado sobre se um nível de inflação ao consumidor em 5% seria algo "inaceitável", ele comentou: "Absolutamente, sim."

Em outro momento da audiência, Powell ressaltou o papel "crucial" da disseminação das vacinas contra a covid-19 para apoiar a retomada econômica, no momento atual.