Participamos do

Sindicato que representa funcionários da JBS nos EUA pede pagamento integral

21:09 | Jun. 01, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O sindicato que representa os trabalhadores das fábricas da JBS nos Estados Unidos afirmou nesta terça-feira, 1º, em comunicado que insta a empresa a garantir que todos os seus funcionários recebam o "pagamento contratualmente acertado" à medida que as paralisações das unidades continuem. No documento, a união se diz "satisfeita" com estar trabalhando 24 horas por dia para resolver a questão.

O United Food and Commercial Workers (UFCW) diz ainda estar convocando a JBS para trabalhar com líderes estaduais e federais para ajudar a "colocar os frigoríficos da JBS de volta ao trabalho o mais rápido possível", para que esses trabalhadores essenciais possam continuar a manter o "suprimento de alimentos de nosso país totalmente operacional e seguro enquanto a pandemia continua".

Hoje, a Bloomberg, citando um integrante do UFCW, publicou que todas as fábricas de carne bovina da JBS nos EUA foram fechadas como resultado de um ataque cibernético que teve como alvo alguns dos servidores da empresa no fim de semana.

A vice-secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, informou que a JBS notificou, no último domingo, ter sido vítima do um ataque, e que a empresa está recebendo assistência do governo americano. Em conversa com repórteres, a porta-voz explicou que a companhia foi alvo de uma ofensiva ransomware, em que os criminosos bloqueiam acesso ao sistema infectado e cobram espécie de resgate para a liberação.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags