PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Enel troca presidente no Ceará

Márcia Sandra Roque Vieira Silva assume cargo no dia 1º de junho

22:03 | 24/05/2021
A engenheira Marcia Sandra é a nova presidente da Enel Ceará (Foto: DIVULGAÇÃO)
A engenheira Marcia Sandra é a nova presidente da Enel Ceará (Foto: DIVULGAÇÃO)

Ao afirmar que quer dar mais foco ao cliente, a Enel Distribuição Ceará comunicou na noite desta segunda-feira, 24, que a engenheira Márcia Sandra Roque Vieira Silva vai assumir a presidência da empresa no dia 1º de junho, substituindo Charles Capdeville, que estava no cargo desde janeiro de 2020. O executivo vai assumir a diretoria de Operações e Infraestrutura e Redes da distribuidora.

“Com essa mudança, queremos dar ainda mais foco ao cliente no Estado. Charles continuará trabalhando para ampliação e modernização da rede elétrica no Ceará, enquanto Márcia assume a presidência com uma interlocução com todos os stakeholders. O setor elétrico passa por profundas transformações e precisamos estar cada vez mais próximo dos nossos clientes, além garantir a melhoria contínua do fornecimento de energia”, afirma Nicola Cotugno, Country Manager da Enel no Brasil, em nota.

Perfil

Graduada em Engenharia Civil pela Universidade de Fortaleza (Unifor) e com MBA em Gestão de Negócios – com ênfase no setor elétrico – pela mesma universidade, Marcia Vieira está desde 1999 no grupo e era responsável de Administração e Controle de Gestão Comercial na Enel Distribuição Ceará. Também atuou como responsável por Recursos Humanos e Organização para América Latina na Endesa Espanha e na Enel Green Power. Desde 2016, Marcia Vieira é diretora de Mercado da Enel no Brasil.

Com a nomeação de uma mulher para a presidência, a Enel afirmou ainda que, "Como parte dos compromissos em prol com a equidade de gênero, a Enel Brasil tem ampliado a participação das mulheres no quadro de colaboradores da companhia. Em 2020, cerca da 40% dos colaboradores contratados para cargos de liderança foram mulheres".

O percentual específico da participação de mulheres na Enel Distribuição Ceará não foi mencionado pela companhia.