PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

O que você poderia fazer com R$ 1,5 milhão do BBB

Para além dos gastos com sonhos de viagens e com casas e carros, por exemplo, existem possibilidades de que o valor seja utilizado de forma produtiva na carreira e em investimentos

Samuel Pimentel
17:55 | 04/05/2021
Programa final do BBB21 será transmitido ao vivo na noite de hoje, terça-feira, 4 de maio (04/05); Camilla, Fiuk e Juliette são os finalistas desta temporada do reality (Foto: Reprodução/GShow)
Programa final do BBB21 será transmitido ao vivo na noite de hoje, terça-feira, 4 de maio (04/05); Camilla, Fiuk e Juliette são os finalistas desta temporada do reality (Foto: Reprodução/GShow)

Mais uma edição do reality show Big Brother Brasil (BBB) será encerrada na noite desta terça-feira, 4, e um dos três finalistas deve sair da casa com R$ 1,5 milhão. Os casos de pessoas que ganharam o prêmio e depois perderam tudo são fartos. Mas o que você faria com o prêmio do programa? O POVO conversou com o pesquisador da área de Finanças Pessoais e Comportamentais e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Érico Veras Marques e reuniu dicas.

LEIA MAIS | BBB21: Juliette é apontada como vencedora da edição, segundo enquete O POVO

Para além dos gastos com sonhos de viagens e com casas e carros, por exemplo. Um apartamento luxuoso numa grande capital, aliado a um carro importado e uma viagem dos sonhos para fora do País, pode bastar para consumir todo o valor do prêmio, ainda mais num período de dólar nas alturas.

O professor da UFC destaca que existem possibilidades de que o valor seja utilizado de forma produtiva na carreira e em investimentos.

VEJA AINDA | Do cancelamento de famosos à ascensão dos anônimos, BBB 21 mobilizou a internet

Poupança

Investimento mais tradicional entre os brasileiros, mas também um dos menos rentáveis - inclusive com rendimento real negativo por causa do atual patamar da taxa básica de juros (Selic), a Poupança faria com que o prêmio de R$ 1,5 milhão rendesse 1,92% ao ano. Em um ano aplicado, seria possível ganhar R$ 15 mil.

Renda Fixa

Investimentos de menor risco, a renda fixa é ideal para quem está começando no mundo dos investimentos. Sejam os títulos do Tesouro ou com vencimento pré-estabelecidos, são opções ideais para retornos seguros e pouco voláteis, mesmo que não tenham grandiosos rendimentos.

Fundos imobiliários

Outra opção que Érico Veras destaca são as opções de aportes em fundos imobiliários, que estão em alta no País com o crescimento do mercado imobiliário. Um pouco mais voláteis do que as opções de renda fixa mais tradicionais, nela o investidor corre um pouco mais de risco, mas consegue retornos mais vultuosos.

ETF

Opção para os investidores com mais experiência no mercado que buscam opções de investimentos em bolsas de valores internacionais. ETF é a sigla para Exchange Traded Funds e significa fundos negociados em bolsa.

Atualmente, existem 17 opções de ETFs sendo negociados na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3. Existem as opções de renda variável, que inclui a BBSD11 (BB ETF S&P Dividendos Brasil Fundo de Índice), que inclui as variações de importantes empresas da Nasdaq e da NYSE.

Dentre as 17 alternativas, ainda existem dois ETFs de renda fixa. A FIXA11, que é estruturado pela gestora coreana Mirae Asset, que estreou na B3 em setembro de 2018. E a IMAB11, ETF estruturado pela Itaú Asset Management em parceria com o Tesouro Nacional. Começou a ser negociado em maio de 2019 e é considerado o ETF oficial dos títulos públicos.

Essas opções de investimentos são analisadas pelo professor como boas alternativas para que o investidor que inicie no mercado financeiro com R$ 1,5 milhão consiga retornos positivos.

"De menor risco, temos os investimentos em títulos do Tesouro, renda fixa, mantendo até o vencimento do investimento, e opções de fundos imobiliários que corre um pouco mais de risco, mas são menos voláteis. Como também pode aderir aos investimentos mais rentáveis, como as ações, investindo em Bolsas internacionais por ETF. Dá para montar uma carteira que produz uma renda passiva importante. Se o investimento render 1% de R$ 1,5 milhão, teríamos mensalmente R$ 15 mil", destaca

Essa expansão de carteira, destaca o professor, pode permitir inclusive um investimento em um negócio.

"Se antes do prêmio tinha um padrão de vida e após o prêmio mantiver, ok. Então, acho que é preciso investir na carreira e formação profissional, além de manter uma reserva financeira. Pois se não tomar cuidado, é um dinheiro que pode acabar rapidamente, com gastos como um bom carro, uma boa casa e uma boa viagem", analisa

Pensar na carreira

O sucesso dos participantes do BBB vai além de chegar à final e ganhar o grande prêmio. Mas, saber potencializar o espaço na mídia e a fama adquirida junto ao público também é um ativo a ser explorado e potencializado caso o prêmio de R$ 1,5 milhão viesse.

"Então o que vemos de pessoas que progrediram com o prêmio do BBB foram os que alocaram os recursos no desenvolvimento de suas carreiras. Na realidade, R$ 1,5 milhão no mercado financeiro não vai deixar um superrico no curto prazo, mas é um grande valor para alavancar carreiras", afirma.