PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Governo dobra número de auxílios para profissionais do setor de eventos no Ceará

Previsão inicial era de que 10 mil trabalhadores receberiam benefício, mas governador confirmou extensão para 19.830 pessoas

19:19 | 13/04/2021
A categoria dos músicos também está contemplada entre aquelas que receberão ajuda financeira governamental, a partir do dia 20 de abril (Foto: Thais Mesquita)
A categoria dos músicos também está contemplada entre aquelas que receberão ajuda financeira governamental, a partir do dia 20 de abril (Foto: Thais Mesquita)

O governador Camilo Santana (PT), anunciou no início da noite desta terça-feira, 13, a ampliação do auxílio financeiro para o setor de eventos  de 10 mil para 19.830 benefícios a serem pagos.

Os profissionais do segmento que se cadastraram no mês passado no site da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult) e não tiveram nenhuma irregularidade ou inconsistência verificada receberão o auxílio de R$ 1000, dividido em duas parcelas de R$ 500. O pagamento da primeira parcela acontecerá entre os dias 20 e 30 de abril. Já a segunda parcela será paga entre os dias 15 e 31 de maio. No total, o investimento do governo estadual no programa será de R$ 19,83 milhões.



Estão inclusos técnicos de som, luz e imagem; montadores de palcos; cerimonialistas de eventos; decoradores de eventos; recepcionistas de eventos; fotógrafos e cinegrafistas de eventos; bem como músicos, humoristas e profissionais de circo.

A previsão inicial era de que a divulgação da relação com o nome dos profissionais contemplados seria feita na segunda-feira, 12, mas, à noite, a Secult anunciou o adiamento da publicação alegando um volume muito grande de dados a serem analisados.

Outros benefícios


Além da ampliação do auxílio, o governador sancionou também duas medidas para minimizar impactos econômicos da pandemia de Covid-19.

A primeira foi a suspensão do pagamento da taxa de regulação nos transportes complementares e regulares do Estado pelos, em abril e maio. E a segunda foi a autorização para o pagamento do “Auxílio Cesta Básica” para cerca de 150 mil famílias, no valor de R$ 200, dividido em duas parcelas de R$ 100.

Segundo comunicado do governo, esse pagamento será feito "através de um cartão que será creditado esse valor, como forma de estimular as compras no comércio local".