PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Deputado critica medidas de abertura comercial do Ministério da Economia

11:38 | 30/03/2021

O deputado federal Marcos Pereira (Republicanos-SP) criticou medidas de abertura comercial adotadas pelo governo e disse que, se não houver diálogo com o Ministério da Economia sobre o assunto, o parlamento vai usar os "mecanismos que a Constituição permite". Em evento de lançamento da Agenda Internacional 2021 da Confederação Nacional da Indústria (CNI) o deputado, que foi ministro da Indústria e Comércio Exterior no governo Michel Temer, disse que apoia um projeto apresentado pelo deputado Marcelo Ramos (PL-AM) que cancela a redução de tarifas de importação de bens de capital e informática, anunciada pelo governo há duas semanas.

"Se o diálogo com o Ministério da Economia ficar obstruído, como às vezes aconteceu, estamos à disposição para usar mecanismos que a Constituição permite", afirmou o parlamentar.

O deputado disse estar preocupado com as ações do Executivo e defendeu que a abertura econômica não pode ser feita sem "amplo diálogo" com o setor produtivo, nem sem conversa mais pragmática com o Mercosul.

"Sem reformas estruturantes, não adianta fazer abertura comercial e tomar medidas unilaterais que vão acabar com os empregos aqui no País. Da forma como o governo está fazendo, não tem competitividade da indústria", afirmou Pereira.

O superintendente de Desenvolvimento Industrial da CNI, João Emilio Gonçalves, acrescentou, no evento, que a confederação é "historicamente" defensora da abertura comercial por meio de acordos negociados com outros países e blocos. "Em paralelo, é preciso defender uma agenda forte de defesa comercial e de aumento da competitividade", acrescentou.