PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Gasolina sobe 8,65% até fevereiro e ultrapassa R$ 5,00/l em 20 estados

Neste ano, a Petrobras já elevou seis vezes o preço da gasolina nas suas refinarias, acumulando no ano alta de 54% até esta terça-feira, 9, contra igual período do ano passado

13:51 | 09/03/2021
Aumento no preço dos combustíveis. Posto na Aerolândia (Foto: FABIO LIMA)
Aumento no preço dos combustíveis. Posto na Aerolândia (Foto: FABIO LIMA)

O preço médio da gasolina até fevereiro subiu 8,65% este ano nos postos de combustíveis, segundo a Ticket Log, empresa da Edenred Brasil. O combustível já é comercializado acima dos R$ 5 o litro em 20 estados brasileiros, o que não era registrado desde 2011, início da série histórica do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), que faz o levantamento em 18 mil postos espalhados pelo País.

"Em janeiro, apenas três estados registraram valores acima desta faixa (R$ 5/l). Um avanço que está relacionado aos anúncios de aumento dos preços feitos pela Petrobras no período, que por sua vez segue uma política baseada no mercado internacional do petróleo", informou Douglas Pina, chefe de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Neste ano, a Petrobras já elevou seis vezes o preço da gasolina nas suas refinarias, acumulando no ano alta de 54% até esta terça-feira, 9, contra igual período do ano passado.

Segundo o levantamento, desde maio, quando houve o último recuo do preço da gasolina, o valor médio do combustível subiu 27,39%.

O Acre foi o estado que apresentou o preço mais caro da gasolina em fevereiro, de R$ 5,484 o litro, enquanto o Amapá teve o menor preço, de R$ 4,601 o litro. A maior alta do mês, de 9,01%, foi no Amazonas, onde o combustível passou a ser encontrado nas bombas por R$ 4,946 o litro. Entre as regiões, apenas a região Sul se manteve abaixo da faixa de R$ 5,00 para o preço médio da gasolina.

Etanol

Já o etanol teve o nono aumento consecutivo em fevereiro, subindo 3,16% me relação a janeiro e com preço médio de R$ 3,898 o litro nas bombas. No ano, a alta do biocombustível é de 5,58%.

O Rio Grande do Sul registrou o preço mais caro pelo etanol, de R$ 4,542 o litro, enquanto em São Paulo o preço médio em fevereiro era de R$ 3,228 o litro, o mais barato do País. O maior aumento de fevereiro foi no Pará, de 9,87%, o que levou o combustível a um custo médio de R$ 4,419 por litro.

O maior aumento do etanol em fevereiro, de 3,88%, foi registrado na região Nordeste. Já a região Norte registrou a menor alta, de 2,60%, mas o preço médio mais caro, de R$ 4,059. O etanol mais barato foi encontrado no Centro-Oeste, por R$ 3,639.

"O etanol é 10% mais barato na região Centro-Oeste, se comparada com a região Norte, enquanto a gasolina é 5% mais barata no Sul na comparação com o Nordeste", segundo Pina.