PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Com aeronave já no Brasil, grupo Itapemirim deve iniciar operações em março

A primeira aeronave da empresa Itapemirim Transportes Aéreos decolou de Madri, na Espanha, e desembarcou em Natal (RN) no sábado, dia 20. Dentre as rotas analisadas pela nova companhia, está Fortaleza.

Irna Cavalcante
09:26 | 22/02/2021
A primeira aeronave da nova companhia aterrissou em solo brasileiro no último dia 20 (Foto: divulgação)
A primeira aeronave da nova companhia aterrissou em solo brasileiro no último dia 20 (Foto: divulgação)

O Grupo Itapemirim, já consolidado no setor de transporte rodoviário, vai entrar no mercado aéreo brasileiro. A primeira aeronave da nova companhia Itapemirim Transportes Aéreos decolou de Madri, na Espanha, e desembarcou em Natal (RN) no sábado, dia 20. Em processo de regulamentação na Agência Nacional de Aviação (Anac), a ideia é iniciar as operações no mês de março. Fortaleza é uma das rotas estudadas.

“Estamos radiantes com a oportunidade de riscar o céu brasileiro com as cores da Itapemirim e oferecer novas possibilidades de viagem para todos os brasileiros. Também estamos muito felizes porque todo o cronograma vem sendo cumprido para obtermos as certificações junto à Anac", afirmou o presidente do Grupo Itapemirim, Sidnei Piva.

Já em solo brasileiro, a aeronave, uma Air Bus A320, deve ficar em Natal para trâmites relacionados à importação e, depois, seguirá para São José dos Campos (SP), para pintura e customizações.

De acordo com a companhia, a proposta é oferecer aeronaves com maior espaço entre as poltronas e serviço de bordo diferenciado. Dentre as rotas a serem cobertas pela companhia, estão em estudo São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis e Fortaleza.

Para o secretário estadual de turismo, Arialdo Pinho, se a rota cearense se confirmar será importante para ajudar no processo de retomada do mercado doméstico de aviação. "Por enquanto a demanda ainda está muito afetada pela pandemia, mas é claro que uma empresa a mais ofertando o serviço é sempre muito bem vista". 

Ele disse que, por enquanto, ainda não houve nenhuma reunião com a nova companhia. "Agora que começaram a chegar as primeiras aeronaves, acredito que quando chegarem todas, eles devem nos procurar e estaremos aberto ao diálogo".  

Há 67 anos no mercado, o Grupo Itapemirim é conhecido por sua atuação no transporte rodoviário. A Viação Itapemirim atende 2,5 milhões de passageiros por ano, em 2.700 cidades de 19 estados brasileiros. Também possui empresas ligadas à operação de transportes, com foco especial em ferrovias e no transporte urbano, por meio dos veículos leves sobre trilhos (VLTs).

 

Como está o processo de regulamentação na ANAC:

O processo de certificação da Itapemirim junto à Anac teve início em agosto de 2020. De lá para cá, a companhia já concluiu a etapa de orientação prévia, solicitação formal e análise detalhada de documentos, segundo a reguladora.

Agora, está na fase 4 do processo, de inspeções e demonstrações, na qual ocorrem as inspeções das bases de operações e manutenção, avaliação dos treinamentos, voos de avaliação operacional, exame dos tripulantes, por exemplo.

Se for aprovada, a Itapemirim irá para quinta e última etapa, que é a de certificação. De acordo com a Anac, esta fase é meramente administrativa e serve para saber se a empresa foi aprovada em todas as inspeções e demonstrações. Quando forem finalizadas todas estas etapas, será concedido à empresa a certificação operacional.

“Para que ela possa iniciar as operações, no entanto, é necessário aguardar a publicação da concessão no Diário Oficial da União. O processo é validado pela diretoria colegiada da Agência durante reunião deliberativa”, informou a reguladora.