PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Acordo entre Fiec e UFC busca desenvolver mais tecnologia de ponta ao Estado

A parceria possibilitará a otimização de recursos, através do compartilhamento de espaços físicos, a exemplo do Centro Tecnológico da UFC

22:38 | 15/01/2021
Assinatura de termo de cooperação entre Fiec e UFC (Foto: Rayane Mainara/ Divulgação)
Assinatura de termo de cooperação entre Fiec e UFC (Foto: Rayane Mainara/ Divulgação)

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) e a Universidade Federal do Ceará (UFC) oficializaram nesta sexta-feira, 15, Termo de Cooperação Técnica entre as instituições. A busca com a parceria é potencializar o desenvolvimento tecnológico de ponta no Estado.

“O momento representa uma união de esforços em prol da sociedade e do desenvolvimento industrial da região. Antes, academia e indústria atuavam em separado. Agora, vamos dividir conhecimento, laboratórios, fazer essa ligação para trazer mais agilidade, promover inovações tecnológicas e desenvolvimento para o Ceará”, declarou Ricardo Cavalcante na ocasião de assinatura do Termo na sede da Casa da Indústria.

A parceria possibilitará a otimização de recursos, através do compartilhamento de espaços físicos, a exemplo do Centro Tecnológico da UFC, de conhecimento técnico, da pesquisa, extensão e do desenvolvimento institucional, científico e tecnológico entre UFC e Fiec.

A colaboração promove ainda eixos importantes como "inovação aberta", "vitrines tecnológicas", "codesenvolvimento de startups" e "pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) de soluções para a indústria". A união das instituições também vai possibilitar um olhar mais atento à formação de novos profissionais, professores, além de um programa integrado de estágio.

“Hoje, o que diferencia o mundo são os países que produzem tecnologia, que empreendem e tem inovação e aqueles que não tem. Esse convênio possibilitará que os setores produtivos do Estado possam conhecer melhor o parque da UFC e a nossa pesquisa, que são fundamentais para os empresários empreenderem e inovarem”, disse Cândido Albuquerque, reitor da UFC.

Durante a assinatura do termo de cooperação, foi anunciada ainda a doação de 20 capacetes de respiração assistida (Elmo) para o Hospital Universitário Walter Cantídio. O produto foi o primeiro resultado da parceria e vem salvando vidas em todo o País através de tecnologia que permite ofertar oxigênio a uma pressão definida, ao redor da face, ao ser acomodado ao pescoço do paciente, permitindo descartar a necessidade de intubação.