PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Grupo Edson Queiroz terá novo presidente; primeiro de fora da família

Carlos Henrique Rotella, ex CEO da Votorantim Siderurgia, assumirá em janeiro de 2021; transição para nova liderança começa em 3 de novembro

Bemfica de Oliva
21:44 | 26/10/2020
Carlos Henrique Rotella assumirá como novo CEO do Grupo Edson Queiroz (Foto: Divulgação)
Carlos Henrique Rotella assumirá como novo CEO do Grupo Edson Queiroz (Foto: Divulgação)

O grupo Edson Queiroz passará por uma mudança no comando. A holding, com atuação em áreas como energia, bebidas e eletrodomésticos, será comandada pelo primeiro presidente de fora da família desde a sua fundação.

O escolhido para assumir o comando do conglomerado é Carlos Henrique Rotella. O engenheiro de 56 anos ocupava anteriormente o posto de CEO da Votorantim Siderurgia.

O período de transição para a nova Presidência deve começar em 3 de novembro. A gestão de Rotella se inicia plenamente em 1º de janeiro de 2021.

Grupo Edson Queiroz: do comando familiar à gestão externa

A holding passou por três gerações de gestão familiar antes de decidir por uma Presidência externa. O fundador, Edson Queiroz, esteve à frente dos negócios desde a criação da Nacional Gás, em 1951, até sua morte, em 1982. O comando foi então assumido pela viúva Yolanda e pelos filhos Airton e Edson Filho.

Em 2017, Abelardo Rocha, Edson Neto e Igor Queiroz - todos netos de Edson Queiroz - chegam à gestão do grupo. O arranjo, no entanto, dura pouco: em 2019 Edson Neto e Igor Queiroz passam a atuar somente no Conselho de Administração. A Presidência permanece com Abelardo Rocha, e a Vice-presidência é assumida por Roberto Costa e Aélio Silveira, ambos não pertencentes à família Queiroz.

Com a transferência do comando para Rotella, no entanto, será a primeira vez que todo o alto escalão do grupo terá pessoas de fora da família.