PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

BNDES financia R$ 1,1 bi para projetos de 500 MW de energia solar na BA e MG

17:28 | 23/10/2020

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou dois projetos para implantação de usinas de energia solar fotovoltaica no valor de R$ 1,1 bilhão, nos municípios de Oliveira de Brejinhos (BA) e Araxá (MG), que vão elevar a capacidade instalada da fonte no País em cerca de 500 megawatts.

O complexo solar Sol do Sertão, na Bahia, receberá financiamento de R$ 910 milhões para a construção de oito usinas com potência instalada de 415 megawatts, energia suficiente para abastecer 580 mil residências.

Segundo o banco, a previsão é de geração de dois mil empregos diretos e indiretos no município baiano durante a construção.

O Complexo Fotovoltaico Sol do Sertão é um investimento da Essentia Energia, empresa fundada pela Pátria Investimentos, e deverá entrar em operação comercial plena no segundo semestre de 2021, informa o BNDES.

Já as usinas Araxá I e Araxá II, em Minas Gerais, da empresa de origem espanhola Powertis, vão receber do banco R$ 194 milhões, e terão uma potência instalada total de 90 megawatts.

Durante a sua implantação, as obras deverão gerar cerca de 1.300 empregos diretos e indiretos e a conclusão está prevista para o final de 2021. A potência instalada é suficiente para abastecer 123 mil domicílios.

Os financiamentos do banco serão feitos de forma direta, no âmbito do BNDES Finem, programa de financiamento do banco para projetos acima de R$ 10 milhões voltado a investimentos em geral.

"O apoio do BNDES aos dois projetos é demonstração do compromisso do Banco com a expansão da matriz elétrica a partir das energias renováveis com o impulsionamento do mercado livre de energia", explicou em nota a superintendente da área de Energia do BNDES, Carla Primavera.

A energia solar é a fonte que mais tem crescido no Brasil e atualmente corresponde a 1,7% da matriz energética.