PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Atividade econômica no Ceará cresce acima da média do Brasil

O Índice de Atividade Econômica Regional (IBC-R) fechou agosto com alta de 1,82% no Ceará, em relação ao mês anterior, segundo o Banco Central. No Brasil a variação foi de 1,06%.

11:03 | 16/10/2020
FORTALEZA, CE, BRASIL, 23-12-2017: Shopping Iguateme de Fortaleza. Volta pelos Shopping de Fortaleza para ver a movimentação do comercio antres do natal e para saber sobre vendas. (Foto: Aurélio Alves /Especial O POVO) (Foto: AURÉLIO ALVES)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 23-12-2017: Shopping Iguateme de Fortaleza. Volta pelos Shopping de Fortaleza para ver a movimentação do comercio antres do natal e para saber sobre vendas. (Foto: Aurélio Alves /Especial O POVO) (Foto: AURÉLIO ALVES)

O nível de atividade econômica no Ceará subiu 1,82% em agosto, na comparação com julho, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira,16, pelo Banco Central. O Índice de Atividade Econômica Regional (IBC-R) está acima da média do Nordeste (1,09%) e do Brasil (1,06%).

Quando comparado o desempenho de agosto deste ano com o mesmo mês de 2019, a alta no Estado é de 0,66%. No acumulado do ano, no entanto, a série com ajuste sazonal aponta para uma queda de 3,24% e uma retração de 1,20% em doze meses.

O IBCR é uma espécie de prévia do produto interno bruto (PIB). E serve como parâmetro para o Banco Central avaliar o ritmo da economia ao longo dos meses e tomar decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic.

De modo geral, no Nordeste, a média dos estados no acumulado do ano é de queda de 3,20%. Em doze meses, o índice teve variação negativa de 1,77%. Já o índice de atividade econômica do Brasil (IBC-BR) foi de 5,44% de janeiro a agosto e de 3,09% em doze meses.