PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

No Ceará, apenas 9% dos trabalhadores atuam em home office

Dados de julho do IBGE apontam que 275,3 mil de cearenses trabalham de forma remota em casa

16:56 | 15/09/2020
No Brasil, 8,4 milhões estão trabalhando em regime home office, representando apenas 10% do total de ocupados. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
No Brasil, 8,4 milhões estão trabalhando em regime home office, representando apenas 10% do total de ocupados. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Dos 2,9 milhões de trabalhadores no Ceará, apenas 275,3 mil estão exercendo as atividades de trabalho na modalidade home office. Os dados foram levantados em julho pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Covid19), parte das Estatísticas Experimentais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Desse total de trabalhadores que estão trabalhando de forma remota em casa no Estado, 60% são mulheres e 40% homens. Os dados também apontam que 61% são pessoas negras e 69% possuem grau de escolaridade de nível superior. Do total, 76% dos trabalhadores em regime home office possuem casa própria.

No Brasil, a pesquisa aponta que 8,4 milhões de pessoas estejam trabalhando em home office, representando 10% do total de trabalhadores no País, 81,4 milhões. Do total, 56% dos trabalhadores são mulheres e 44% homens. No cenário nacional, a pesquisa revela que 74% dos trabalhadores possuem nível superior como grau de escolaridade e 34% são pessoas negras.

A estratégia de trabalho em casa para evitar a disseminação do coronavírus foi adotada por 46% das empresas brasileiras, conforme aponta a Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise Covid-19. De acordo com o estudo, 41% dos funcionários das empresas foram colocados em regime de home office, quase todos os que teriam a possibilidade de trabalhar a distância, que somavam 46% do total dos quadros.