PUBLICIDADE
Economia
Noticia

Procon: preços em supermercados de Fortaleza subiram 1,37% em um mês

Levantamento foi realizado entre os dias 2 e 3 deste mês e teve como base os 60 itens mais buscados por consumidores. Pesquisa também mostrou variação de até 150% no preço de produtos na comparação entre estabelecimentos

17:26 | 08/07/2020
Preço de alguns itens apresentam variações na Capital (Foto: Fabio Lima)
Preço de alguns itens apresentam variações na Capital (Foto: Fabio Lima)

Levantamento realizado pelo Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) divulgado nesta quarta-feira, 8, indicou que os preços de alimentos e produtos em supermercados da Capital tiveram aumento de 1,37%, em comparação ao verificado no início de junho. A pesquisa, realizada entre os dias 2 e 3 deste mês, teve como base os 60 itens mais buscados por consumidores. 

O órgão somou o preço de todos esses produtos e chegou a uma média de R$ 483,54, valor maior do que o encontrado na última pesquisa feita em junho deste ano, cuja soma dos itens resultou na média de R$ 477.

Variação a cada supermercado

Quando analisados individualmente, alguns produtos ainda chegaram a registrar variações de preço maiores do que 100%.

Esse foi o caso da laranja, item cujo quilo pode ser encontrado de R$ 1,99 a R$ 4,99, com o preço variando em torno de 150%, sendo o produto que apresentou a maior variação. Farinha de milho (147,28%), farinha de mandioca (143,88%), tomate (118,90%) e cenoura (111,17%) também apresentam disparidade entre estabelecimentos.

O levantamento ainda analisou o preço desses itens nas regionais de Fortaleza e identificou as localidades cujos valores são mais elevados. Antônio Bezerra, Henrique Jorge e Parquelândia, da Regional III, foram os bairros onde se aplicava preços maiores. 

Já as regionais II e IV foram as que apresentaram menor valor na venda dos itens. Toda a pesquisa pode ser acompanhada pelos consumidores por meio do aplicativo "Proconomizar", disponível para aparelhos Android e iOS, ou pelo portal da Prefeitura de Fortaleza.