PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Financiamento imobiliário irá incluir pagamento do ITBI e dos custos cartorários

Dentre as novas medidas, está a instauração de um sistema de registro eletrônico da documentação dos imóveis

14:52 | 02/07/2020
A Caixa anunciou também que o registro de imóveis passará a ser eletrônico por meio de um sistema integrado entre a Caixa e os cartórios do País (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
A Caixa anunciou também que o registro de imóveis passará a ser eletrônico por meio de um sistema integrado entre a Caixa e os cartórios do País (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira, 2, que os financiamentos imobiliários irão incluir o pagamento do Imposto sobre Transmissão de Bens e Imóveis (ITBI) e os custos cartorários. Até o momento, o recebedor do empréstimo arcava com esses valores. As novas medidas, que servirão para estimular o crédito imobiliário, começam a valer em novos contratos a partir de hoje.

Outra ação anunciada foi que o registro de imóveis passará a ser eletrônico por meio de um sistema integrado entre a Caixa e os cartórios do País. A apresentação foi feita durante live na página oficial do banco no Youtube, pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e pelo vice-presidente de Habitação, Jair Mahl. As informações são do site UOL.

O projeto vinha sendo testado desde abril em algumas agências e, durante essa fase, cerca de 3 mil contratos já foram assinados com a inclusão do ITBI e dos custos cartorários, de acordo com a Caixa. A expectativa com a aplicação das novas medidas é de que haja um impacto de R$ 2,5 bilhões na economia, ainda este ano. E que, a partir de 2021, o banco atinja R$ 5 bilhões anualmente. "É uma inovação, alivia a despesa das famílias porque elas não precisam pegar outro financiamento com juros maiores e um prazo menor", afirmou o vice-presidente de habitação da Caixa, Jair Mahl.

Registro digital de imóveis

Com a digitalização dos registros de imóveis, a Caixa pretende reduzir a burocracia. Até o momento, quem financia um imóvel precisa levar toda a documentação pessoalmente a um cartório após a assinatura de todas as partes envolvidas, incluindo o banco financiador. Com a instauração desse registro eletrônico, que integra o sistema do banco ao dos cartórios de 14 estados brasileiros, será possível diminuir o tempo de espera de 45 para 5 dias.

A plataforma já conta com 1.356 cartórios registrados. Segundo o banco, há uma conversa para que os estados que ainda não integram o sistema possam ingressar. A lista dos estados que estão incluídos no sistema será divulgada posteriormente pela Caixa. A previsão é que a nova tecnologia esteja funcionando a partir de 13 de julho.