PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Após cancelamentos, cearenses na Holanda não conseguem retornar a Fortaleza

Casal pegaria voo da Air Europa, que suspendeu suas frequências até o fim de abril

18:48 | 17/03/2020
A atriz Érica Cardoso, de 28 anos, diz que ainda não sabe como retornará a Fortaleza
A atriz Érica Cardoso, de 28 anos, diz que ainda não sabe como retornará a Fortaleza (Foto: Divulgação)

Após alguns países da União Europeia fecharem suas fronteiras para conter a proliferação do coronavírus (Covid-19), diversas companhias aéreas suspenderam suas operações, o que deve impedir alguns cearenses de voltarem para casa na data planejada. É o caso, por exemplo, da atriz Érica Cardoso, de 28 anos, que tinha voo marcado para esta quinta-feira, 19, mas foi surpreendida com o cancelamento da operação e, no momento, não sabe como deixará a Holanda, país que seria o ponto de partida para seu retorno a Fortaleza.

De férias com o namorado na Europa, Érica conta que, no momento, os dois estão no município de Capelle aan den IJssel, próximo de Roterdã, onde embarcariam em um trem com destino à capital holandesa, para retornar a Fortaleza. "Pegaríamos um voo da Air Europa em Amsterdã, mas, quando formos olhar o check-in, nos surpreendemos com o cancelamento. O pior é que ouvimos dizer que o aeroporto vai fechar amanhã, então estamos preocupados com a situação", relata a atriz. Nesta segunda-feira, 16, a Air Europa, que opera a rota Fortaleza-Madri, na Espanha, suspendeu as frequências até o fim de abril.


Érica diz que, desde que descobriu o cancelamento de seu voo, tem tentado contato com a Air Europa, mas que, até o momento, não obteve nenhum posicionamento da empresa. "Não sabemos o que fazer. Estamos com medo de ir até o aeroporto de Amsterdã, não conseguir passagens, e ficarmos presos por lá. Como estamos hospedados na casa de amigos, vamos ficar aqui até que a companhia aérea se posicione", conta.

A atriz relata, ainda, que já acionou familiares no Brasil para que eles tentem contato com alguém da companhia aérea no Aeroporto de Fortaleza, mas que, nesta terça-feira, 17, o guichê da Air Europa estava vazio. Na Europa desde o dia 20 de fevereiro, o casal pretendia visitar diversos países, mas acabou indo apenas para Paris e o interior da França, por conta da disseminação da pandemia na Europa.

Em nota, a Air Europa informou que as restrições de viagem e o trânsito de pessoas implantado por órgãos estatais afetaram suas operações. A empresa diz que oferece flexibilidade para facilitar as alterações de bilhetes, mas que, "dada a natureza excepcional da situação, isso pode resultar no atendimento ao cliente não ser tão eficiente quanto gostaríamos".