PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Banco brasileiro permite reembolso de impostos pagos em viagens de negócios no Exterior

Taxas de despesas com hotéis, restaurantes, compras internacionais, serviços profissionais, entre outros gastos, poderão ser recuperadas

12:36 | 29/05/2019
O Bradesco permite reembolso de impostos pagos pelos brasileiros no Exterior em viagens de negócios.
O Bradesco permite reembolso de impostos pagos pelos brasileiros no Exterior em viagens de negócios.(Foto: Evilázio Bezerra/O POVO)

O Bradesco permite reembolso de impostos pagos pelos brasileiros no Exterior em viagens de negócios. A iniciativa faz parte da parceria com o Taxback International, de recuperação do Imposto sobre Valor Agregado (IVA). Com sede na Irlanda, a entidade recuperadora de taxas atua em mais de 20 países. As informações são do portal Panrotas corporativo.

O Imposto sobre Valor Agregado é uma tarifa indireta cobrada no fornecimento de bens e serviços. E pode variar de 5% a 27% dos serviços adquiridos em uma viagem de negócios, de acordo com a carga tributária de cada país.

O benefício é válido para usuários titulares de cartões de créditos empresariais ou corporativos Visa. Taxas de despesas com hotéis, restaurantes, compras internacionais, serviços profissionais, impressões e papelaria, propaganda, branding, divulgações internacionais, eventos e convenções, combustíveis, entre outros gastos, poderão ser recuperadas. A medida se aplica em compras feitas na Austrália, no Canadá, na Coreia do Sul e em países da União Europeia.

Conforme afirma a superintendente de Produtos Pessoa Jurídica do Bradesco Cartões, Erica Vassalo, a medida de reembolso agrega valor na relação do banco e seu cliente pessoa jurídica. Já que reduz os custos da empresa ao proporcionar retorno de parte do investimento das viagens corporativas. “Além do benefício desses valores serem devolvidos automaticamente na conta da empresa”, diz.

Como solicitar?

A entidade, portadora de cartões de crédito Bradesco Empresariais e Corporativos Visa, deve realizar cadastro no site oficial. Após isso, deve enviar todas as notas fiscais dos produtos ou serviços adquiridos no Exterior junto da fatura do cartão de crédito utilizado.

Após feita a análise, que varia de acordo com as leis de cada país solicitante (um prazo de quatro meses), o solicitante receberá um depósito registrado em sua conta-corrente no valor convertido ao câmbio do dia.

O reembolso é somente acessível para compras feitas em viagens de negócios em transações feitas com com cartões de crédito Bradesco empresariais e corporativos Visa.

Redação O POVO Online