PUBLICIDADE
Economia

Marinho reúne-se com MDB e diz que economia com militares dependerá do presidente

16:44 | 19/03/2019
O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, se reuniu com a bancada do MDB na Câmara dos Deputados para conversar sobre a proposta de reforma da Previdência. Na chegada, Marinho voltou a dizer que a ideia da equipe econômica é obter um saldo positivo para as contas com o texto que trata das regras dos militares.
Como mostrou o jornal O Estado S. Paulo, a expectativa de economia de R$ 92 bilhões em dez anos contempla apenas a mudança nas regras previdenciárias sem contabilizar o custo que haverá com a reestruturação das carreiras.
Marinho reforçou nesta terça-feira que a intenção é ter superávit com as mudanças, mas não confirmou o valor citado mais cedo pelo vice-presidente Hamilton Mourão, de R$ 13 bilhões. "O valor (do superávit) vai depender do presidente (Jair Bolsonaro)", disse.
A proposta dos militares será detalhada amanhã pela equipe econômica após a entrega do texto que ainda passará pelo crivo final de Bolsonaro.

Agência Estado