PUBLICIDADE
Notícias
PRAZO

MP perde validade e Governo Bolsonaro manterá reajuste de salário para servidores

209 mil servidores ativos e 163 mil inativos têm o reajuste salarial estabelecido

22:10 | 15/02/2019
O Gverno não fará novas tentativas de adiar o reajuste (FOTO: AFP)
O Gverno não fará novas tentativas de adiar o reajuste (FOTO: AFP)

Após não ser votada a tempo no Congresso, medida provisória que buscava aprovar o cancelamento de aumento para servidores públicos perdeu a validade. Segundo o secretário especial adjunto de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Gleisson Rubin, o governo Bolsonaro não fará novas tentativas de adiar o reajuste.

O plano de suspender o reajuste já vinha desde o Governo Temer, que editou proposta em setembro do ano passado. A decisão ajudaria a reduzir o rombo fiscal de R$ 139 bilhões. Após resolução, agora a União terá um gasto extra de R$ 4,7 bilhões em 2019.

A proposta não chegou sequer a ser avaliada pela comissão, etapa que antecede as votações na Câmara e no Senado. Com o invalidade da medida, 209 mil servidores ativos e 163 mil inativos têm o reajuste salarial estabelecido.

A medida provisória visava postergar para o ano que vem o pagamento de parcelas de reajustes de 2015 e 2016 para servidores de 21 áreas. Agora, o Governo Bolsonaro já lida também com a movimentação dos servidores por novos aumentos, que já iniciaram conversas com a equipe econômica.

Redação O POVO Online

O Povo