PUBLICIDADE
Notícias
MERCADO DE IMÓVEIS

Vendas de apartamentos têm queda de 15% no início deste ano em relação a 2018

Neste início de 2019, as vendas de apartamento tiveram queda (15%) em relação ao ano passado. Foram vendidas 138 unidades em janeiro, número menor que janeiro de 2018, 163

23:24 | 15/02/2019
As vendas de apartamento tiveram queda (15%) em relação ao ano passado. Foram vendidas 138 unidades em janeiro de 2019, número menor que o mesmo mês em 2018, 163. (Foto: Camila de Almeida/O POVO)
As vendas de apartamento tiveram queda (15%) em relação ao ano passado. Foram vendidas 138 unidades em janeiro de 2019, número menor que o mesmo mês em 2018, 163. (Foto: Camila de Almeida/O POVO)

As vendas de apartamentos tiveram queda (15%) no primeiro mês deste ano, em comparação ao início de 2018. Ao todo, foram vendidos 138 unidades, número menor que janeiro de 2018, 163. Os dados fazem parte do relatório do Flash Imobiliário, divulgado nesta sexta-feira, 15, pela Lopes Immobilis. Em janeiro, o valor do desconto (21,63%) foi estimado com uma queda (27%), em relação a dezembro.

Os resultados ainda mostram o Valor Geral de Venda (VGV) com um número superior (13%), alcançando meta de R$ 124 milhões. “Isso é reflexo das vendas dos produtos denominados Alto Padrão, o ticket médio de vendas ficou em R$ 898 mil/unidade”, diz no relatório.

Nas vendas de todos os segmentos do mercado de imóveis, menos o Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), foram 169 unidades comercializadas em janeiro deste ano. Houve uma queda (8%) em relação ao ano de 2018. Já no VGV, o mercado alcançou faturamento de R$ 143 milhões, com crescimento (15%), comparado ao ano anterior.

Nos últimos três anos, os bairros mais procurados, considerados como “zona de valor”, no relatório, foram Guararapes, com a venda de 935 residenciais verticais, Cocó, com 675, e Parquelândia, 592.

Larissa Carvalho