PUBLICIDADE
Notícias
FINANÇAS PESSOAIS

Seis em cada dez consumidores devem aproveitar a festa de Carnaval, diz estudo

62% dos brasileiros vão movimentar a economia e 27% disseram que não pretendem curtir as festas de Carnaval neste ano, de acordo com resultados do estudo

11:30 | 27/02/2019
62% dos brasileiros vão movimentar a economia, conforme resultados de levantamento feito pela CNDL e SPC Brasil. (Foto: Reprodução)
62% dos brasileiros vão movimentar a economia, conforme resultados de levantamento feito pela CNDL e SPC Brasil. (Foto: Reprodução)

Seis em cada dez consumidores devem aproveitar a festa de Carnaval neste ano, de acordo com resultados de pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Cerca de 62% dos brasileiros vão movimentar a economia. 27% disseram que não pretendem curtir festas neste ano. O estudo foi feito com 603 consumidores, que pretendem consumir durante os festejos nas 27 capitais brasileiras.

Dos que escolheram passar o Carnaval em dias de folia, 37% vão comemorar em blocos de rua, 17% vão aos bailes em clubes e boates e 12% pretendem acompanhar os desfiles das escolas de samba. Além disso, 9% vão acompanhar a folia dos trios elétricos e outros 9% pretendem desfilar nas avenidas.

Dos resultados, foi apurado ainda que 39% das pessoas deverão sair de suas cidades na data, enquanto 31% vão aproveitar as comemorações no próprio lugar onde moram e 20% permanecerão em casa. Quanto aos locais de hospedagens, os mais citados foram casa de familiares e amigos (37%), hotéis ou pousadas (28%) bem como apartamentos, sítios ou casas alugadas (16%).

Consumo

Sete a cada dez consumidores (69%) declararam que vão pesquisar preços antes de gastar com produtos ou serviços (51%) ou custos com viagens (20%). As compras ficarão concentradas em supermercados (63%), lojas de rua (32%), lojas virtuais ou na internet (23%) e comércio ambulante (20%).

As principais despesas serão com bebidas, como cerveja (49%), água, sucos ou energéticos (46%) e refrigerantes (42%). Alimentação também entra na lista, com comidas ou lanches fora de casa (49%) e itens para churrasco (40%). A maioria dos foliões tem intenção de pagar as compras à vista, seja dinheiro (64%) ou cartão de débito (46%). Para os que vão viajar, o dinheiro (47%) será a principal forma de pagamento, seguido do recurso de parcelas no cartão de crédito (40%) e cartão de débito (35%).

Recomendações

A CNDL e o SPC Brasil apuraram que o gasto médio dos foliões será de R$ 633,97 e 40% dos entrevistados ainda não definiram o orçamento de custos para a ocasião. A pesquisa conclui que a empolgação com os gastos do Carnaval pode prejudicar as finanças pessoais do brasileiro.

Sendo assim, o professor e pesquisador em finanças pessoais da Universidade Federal do Ceará (UFC), Érico Veras, listou cinco orientações para o consumidor não perder o controle de seu orçamento pessoal neste Carnaval. Confira:

1. Fazer um orçamento do que pode ser gasto;

2. Se possível, levar alimentação durante os festejos fora de casa;

3. Levar bebida também;

4. Dividir as despesas com os companheiros de viagem;

5. Evitar levar cartão de crédito, débito ou talão de cheque para a folia;

6. Todos os dias, sacar apenas o dinheiro previsto no orçamento.

Larissa Carvalho