PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Preço recorde em refinarias deve aumentar gasolina em postos de Fortaleza até o fim da semana

Alguns estabelecimentos demoram de dois a três dias para repassar aumentos ao consumidores: "Mas que vai subir, vai", alerta vice-presidente do Sindipostos

Matheus Facundo
12:20 | 30/08/2018
NULL (Foto: )
NULL (Foto: )
[FOTO1]Gasolina chegou a preço recorde nas refinarias nesta quinta-feira, 30. A Petrobras reajustou o valor em 1,2%. Agora, o combustível é vendido a R$ 2,1079 por litro. Economista e representante do comércio varejista de combustíveis ouvidos pelo O POVO Online avaliam que o repasse paras bombas deve acontecer até o fim desta semana.

"O mercado vai se adaptando naturalmente. Não temos como sugerir preços e nem saber ao certo. Como é um mercado livre, cada posto e cada distribuidora decide o que. Já teve postos que aumentaram 14 centavos em média", afirma Paulo Sérgio, vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado do Ceará (Sindipostos).
[SAIBAMAIS]
Sérgio comentou ainda que o preço médio atual da gasolina em Fortaleza (R$ 4,33 conforme levantamento semana da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) é "defazado". Ele ainda alerta que alguns estabelecimentos demoram de dois a três dias para repassar aumentos ao consumidores: "Mas que vai subir, vai".

O economista e consultor de empresas Mário Monteiro atenta para possíveis aumentos como o da época da crise dos combustíveis em junho deste ano. "Não dá pra descartar. Com certeza é um aumento grande e o preço do dólar alto também contribui para este fator. 

Conforme Monteiro, é apenas uma questão de "semanas ou até dias" para o consumidor começar a sentir fortes impactos no preso da gasolina. O POVO percorreu 20 postos da Capital nesta quarta-feira e encontrou postos já comercializando o produto a R$ 4,59. A discrepância pro mais barato é de R$ 0,50, um posto bandeira Shell na Messejana (R$ 4,09).
TAGS