PUBLICIDADE
Notícias

Uber extingue taxa fixa cobrada de motoristas; entenda a mudança

De acordo com as informações divulgadas pela empresa, a taxa será variável de acordo com o tempo e distância das viagens

22:40 | 02/07/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
 
O aplicativo de mobilidade urbana Uber anunciou nesta segunda, 2, que extinguiu a taxa fixa de 20% a 25% cobrada dos motoristas sobre o valor de cada corrida, adotando agora um sistema variável de cobrança. De acordo com a Uber, o valor continua o mesmo para os usuários. O que muda é a taxa cobrada dos motoristas.

Os brasileiros reclamavam bastante sobre a taxa fixa de cobrança, que não levava o trânsito em consideração. O novo modelo já funciona há um ano nos Estados Unidos. Com ele, se o motorista fizer uma viagem longa (em distância), mas num curto espaço de tempo, a Uber vai cobrar uma taxa maior, que pode ultrapassar os 25% atuais.
 
Mas se o condutor ficar preso no trânsito por muito tempo, o percentual daquela corrida será menor, mesmo que seja uma viagem curta, de R$ 10. De acordo com a empresa, o percentual pode ser de somente 1%, dependendo do caso.

A empresa também anunciou que fará melhorias na versão do app para profissionais, mostrando as taxas cobradas de maneira mais transparente. Desde o início de 2017, além da taxa de serviço, a Uber também cobra um valor fixo de R$ 0,75 sobre cada corrida, além de impostos que são descontados, valor que varia de cidade para cidade.

A cobrança de preço mínimo das corridas será mantida e, "quando for o caso, o multiplicador de preço dinâmico", que eleve os preços da plataforma quando a procura por determinada viagem, em determinado horário, é muito alta.
 
Redação O POVO Online 
TAGS