PUBLICIDADE
Economia
Obras

Começa movimentação de máquinas para expansão do Aeroporto de Fortaleza

Áreas leste e oeste do terminal receberam máquinas para instalação de fundações

18:53 | 18/04/2018

Movimentação na área leste do Aeroporto de Fortaleza para preparar fundações (Crédito: O POVO Whatsapp)
 

O Aeroporto Internacional Pinto Martins começa a receber, nesta quarta-feira, 18, as primeiras máquinas para expansão dos terminais de embarque e desembarque nas áreas leste e oeste. O POVO teve acesso a imagens das movimentações dos equipamentos, por um leitor via Whatsapp.

A Fraport, concessionária do Aeroporto de Fortaleza, confirmou o começo dos trabalhos, mas reafirma que o início das obras de ampliação, paradas desde 2014, do terminal de passageiros do Fortaleza Airport, ainda depende de autorização da Justiça.

 "A movimentação vista na área leste está relacionada a um equipamento para bater as estacas de fundações. Neste primeiro momento, fará as estacas do novo sistema viário. Na área oeste, em breve vamos iniciar as obras de expansão do embarque e desembarque internacionais", afirma em nota.

Veja vídeos das movimentações no Aeroporto:

 

Conforme O POVO publicou nesta quarta-feira, 18, a Fraport já isolou parte da área do lado oeste do terminal com tapumes de alumínio. Desde que assumiu a administração do equipamento, em janeiro deste ano, a empresa começou a fazer as primeiras melhorias no Wi-fi, escadas, banheiros, elevadores, além de mudar a identidade visual dos painéis eletrônicos, por exemplo.

Em relação às obras de ampliação do terminal de passageiros, paralisadas desde maio de 2014, quando a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) rescindiu contrato com o Consórcio CPM Novo Fortaleza, a Fraport reforça que depende da Justiça inclusive para acesso ao local e aprovação para demolição das estruturas antigas.

No próximo dia 27, o juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª vara de Brasília, visitará o canteiro de obras abandonado do Aeroporto de Fortaleza, acompanhado de peritos, a fim de encontrar alternativa para a solução do impasse, ocasionado por briga judicial entre o antigo consórcio e a Infraero.

A Fraport investirá cerca de R$ 800 milhões na ampliação do terminal, valor referente às fases 1B e C das obras, que contemplam a contratação do consórcio, a compra de equipamentos, o desenvolvimento e a gestão do projeto. Os serviços serão executados pelo consórcio Método e Passarelli, empresas sediadas em São Paulo.

Outras intervenções estão ocorrendo no Aeroporto de Fortaleza. Os passageiros que circulam pelo terminal já podem perceber instalações da Air France-KLM. Há local reservado para funcionários e os oito guichês de check-in ficarão na área internacional.

BEATRIZ CAVALCANTE