PUBLICIDADE
Notícias

Estados Unidos e Alemanha são maiores compradores da cera de carnaúba cearense

Além de ser importante para a natureza, também é imprescindível para a economia local, e é o 6° produto mais exportado do Ceará.

18:20 | 24/04/2018
NULL
NULL

[FOTO1]

Estados Unidos e Alemanha são os maiores compradores da cera de carnaúba cearense. Os dois países adquirem mais da metade da produção do Estado. As exportações tiveram queda no primeiro trimestre de 2018, na comparação com igual período de 2017. Elas passaram de US$ 15,4 milhões para US$ 14,3 milhões. De acordo com Ana Karina Frota, gerente do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), a redução já era esperada, por se tratar de época de plantio da carnaúda.

[SAIBAMAIS] 

Dessas exportações entre janeiro e março, US$ 5,3 milhões foram para os Estados Unidos e US$ 2,1 milhões para a Alemanha. Os dois países usam o produto nas indústrias automobilística, farmacêutica e cosmética.

 

Planta-símbolo do Estado, a carnaúba está presente na bandeira e no brasão do Ceará. A cera é usada na produção plástico, cosméticos, tinta, bateria, código de barras e até chips, dentre outros usos. É o sexto produto mais exportado do Ceará. No Brasil, Ceará e Piauí respondem por quase 100% da produção.

 

"Embora outros países tentem reproduzir a cera de forma sintética, não é possível comparar com a qualidade da cera brasileira", afirma Ana Karina Frota. 

 

Segundo ela, haverá levantamento do acumulado dos meses de julho a fevereiro para medir o impacto da queda nas exportações.

TAGS