PUBLICIDADE
Notícias

84,7% das reclamações de consumidores cearenses foram resolvidas em 2017, segundo Decon

20:55 | 12/03/2018
(Foto: Divulgação/Decon)
(Foto: Divulgação/Decon)

[FOTO1]Vale a pena recorrer a órgãos responsáveis quando seus direitos são lesados. De acordo com a Delegacia de Polícia de Defesa do Consumidor (Decon), 84,7% das reclamações de consumidores de todo o Estado, em 2017, foram atendidas através da atuação do órgão. A porcentagem equivale a 5.518 contestações atendidas, frente a 998 que não foram resolvidas.

[SAIBAMAIS]

Em 2016, o índice foi de 80,9%. A maioria dos reclames diz respeito a assuntos financeiros, seguidos de compras de produtos e de serviços essenciais.

A promotora de justiça Ann Celly Sampaio, secretária executiva do Decon, explica que houve uma expansão do atendimento da Delegacia através do projeto "Decon viajante" e das unidades em Juazeiro do Norte, Sobral e Maracanaú, além de Fortaleza.

Com a expansão, as empresas estariam procurando atender melhor os consumidores. "A gente percebe empresas novas comparecendo e querendo atender bem ao consumidor e respeitando mais o Código de Defesa do Consumidor, e isso é importante", diz. 

TAGS
84,7% das reclamações de consumidores cearenses foram resolvidas em 2017, segundo DeconNotícias de Economia
PUBLICIDADE
Notícias

84,7% das reclamações de consumidores cearenses foram resolvidas em 2017, segundo Decon

20:55 | 12/03/2018
(Foto: Divulgação/Decon)
(Foto: Divulgação/Decon)

[FOTO1]Vale a pena recorrer a órgãos responsáveis quando seus direitos são lesados. De acordo com a Delegacia de Polícia de Defesa do Consumidor (Decon), 84,7% das reclamações de consumidores de todo o Estado, em 2017, foram atendidas através da atuação do órgão. A porcentagem equivale a 5.518 contestações atendidas, frente a 998 que não foram resolvidas.

[SAIBAMAIS]

Em 2016, o índice foi de 80,9%. A maioria dos reclames diz respeito a assuntos financeiros, seguidos de compras de produtos e de serviços essenciais.

A promotora de justiça Ann Celly Sampaio, secretária executiva do Decon, explica que houve uma expansão do atendimento da Delegacia através do projeto "Decon viajante" e das unidades em Juazeiro do Norte, Sobral e Maracanaú, além de Fortaleza.

Com a expansão, as empresas estariam procurando atender melhor os consumidores. "A gente percebe empresas novas comparecendo e querendo atender bem ao consumidor e respeitando mais o Código de Defesa do Consumidor, e isso é importante", diz. 

TAGS