PUBLICIDADE
Notícias

Prefeitura lança programa de requalificação de lojas voltadas ao atendimento do turista

O programa deve gerar mais postos de trabalho no comércio da Capital

14:26 | 04/12/2017
NULL
NULL
[FOTO1]A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setfor), em parceria com a CDL de Fortaleza (Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza), lança nesta segunda-feira, 4, na sede da CDL, o programa “Loja Amiga do Turista”. Segundo a CDL, a ação tem como objetivo gerar postos de trabalho e capacitar inicialmente trabalhadores de 20 lojas, visando um melhor nível de atendimento ao turista.

Conforme a CDL, na primeira etapa, os trabalhadores das lojas escolhidas participarão dos treinamentos e qualificação realizados pela Setfor, com apostilas especializadas e ao final receberão certificado. A CDL espera é que no próximo ano, mais de 100 lojas já possuam o Selo Loja Amiga do Turista. Também será disponibilizado um aplicativo com o objetivo de facilitar a avaliação dos serviços prestados pelos estabelecimentos. As três lojas mais bem avaliadas receberão premiações.

O secretário de Turismo de Fortaleza, Alexandre Pereira, ressaltou que o melhor atendimento ao turista reflete positivamente na cidade. “Visando amparar o turista com mais qualidade e excelência, elaboramos o programa Loja Amiga do Turista em parceria com a CDL de Fortaleza. Além da capacitação, disponibilizaremos um Disk Turismo para que os parceiros do projeto possam tirar eventuais dúvidas ou solicitar reposição de materiais.”

De acordo com o presidente da CDL de Fortaleza, Severino Neto, o comércio não pode ficar de fora desse programa. "Vivemos em uma cidade turística. O programa Loja Amiga do Turista vai colaborar ainda mais para a sustentabilidade da economia local.” 

Para o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro, ao pensar sobre seu próprio negócio, os empresários mostraram-se muito mais otimistas do que ao avaliar o desempenho da economia. “Isso reflete o processo de retomada que a economia brasileira começa a esboçar, com a queda da inflação, redução dos juros e com o tímido resultado da atividade esperado para 2017”, disse.
 
 
Redação O POVO Online 

TAGS