PUBLICIDADE
Notícias

Fatura do cartão de crédito subiu para 41% dos consumidores brasileiros

O levantamento revelou que os itens de primeira necessidade foram os mais requisitados por meio do cartão de crédito, como alimentos em supermercados (64%) e remédios (55%)

14:34 | 09/11/2017
NULL
NULL
[FOTO1]41% dos consumidores brasileiros, quatro a cada dez, que usam o cartão de crédito tiveram aumento no valor da fatura no último mês de setembro, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira, 9, pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Conforme o levantamento, a média da cobrança foi de R$ 1.008 em setembro passado.

A pesquisa apontou que os itens de primeira necessidade foram os mais requisitados por meio do cartão de crédito, como alimentos em supermercados (64%) e remédios (55%). Produtos como roupas (38%), idas a bares e restaurantes (36%) e combustível (29%) ocupam as demais posições do ranking de gastos feitos.

Ainda de acordo com a pesquisa, seis em cada dez (63%) consumidores não utilizaram nenhuma modalidade de crédito no mês de setembro passado, como empréstimos, linhas de financiamento, crediários e cartões de crédito. Os outros 37% revelaram que usaram ao menos uma modalidade. Os cartões de crédito (30%) e os cartões de loja e crediário (12%) foram as modalidades mais utilizadas. 

Já o cheque especial foi citado por 6% da amostra. Há ainda, 3% de consumidores que recorreram à empréstimos e 3% que buscaram financiamentos.

Em setembro último, o Indicador de Uso do Crédito, que mensura a quantidade de consumidores que recorrem às compras a prazo e à contratação de empréstimos e financiamentos, marcou 23,9 pontos, resultado abaixo da média observada em meses anteriores, que é de 27,2 pontos. A escala do indicador varia de zero a 100, sendo que quanto mais próximo de 100, maior o número de usuários e de frequência do uso das modalidades.
 
 
 
Redação O POVO Online 
TAGS