PUBLICIDADE
Notícias

Confiança do comércio recua em junho em meio às incertezas do cenário político

O estudo aponta que desde que a crise política foi agravada pelas investigações contra o presidente Michel Temer, a confiança do comércio e dos consumidores vem apresentando queda

12:50 | 27/06/2017

A confiança do comércio nacional recuou em junho, o Índice de Confiança do Comércio (Icom) apresentou retração de 2,9 pontos neste mês e foi a 85,7 pontos, voltado ao nível de março, de acordo com a pesquisa divulgada nesta terça-feira, 27, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

 

O resultado do levantamento teve como base a queda de Índice de Situação Atual (ISA-COM) de 3,3 pontos, para 79,6 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE-COM) recuou 2,4 pontos, para 92,4 pontos.

 

O estudo aponta que o aumento das incertezas políticas influenciou a piora na demanda. Ainda de acordo com o levantamento, desde que a crise política foi agravada pelas investigações contra o presidente Michel Temer por suspeita de corrupção passiva, participação em organização criminosa e obstrução da Justiça, a confiança do comércio e dos consumidores vem apresentando queda.

 

Segundo o superintendente de estatísticas públicas da FGV/IBRE, Aloisio Campelo Jr, a redução da confiança do comércio em junho foi bastante influenciada pelo aumento da incerteza a partir de 17 de maio. "Mas houve, além disso, piora da percepção das empresas em relação ao nível atual da demanda, sugerindo uma leitura pouco favorável da atual conjuntura", completou.

 

Na última segunda-feira, 26, a FGV divulgou uma pesquisa que apontou que a confiança do consumidor voltou a cair neste mês devido ao aumento das incertezas com a crise política.

 

 

Redação O POVO Online 

TAGS