PUBLICIDADE
Notícias

Tesouro Nacional cancela leilão de títulos devido à forte instabilidade no mercado

A decisão veio após a volatilidade registrada no mercado financeiro sob influência pelas delações dos executivos da JBS envolvendo o presidente Michel Temer

11:22 | 18/05/2017
O Tesouro Nacional cancelou os leilões de venda de títulos públicos marcados para esta quinta-feira, 18. A decisão veio após a volatilidade registrada no mercado financeiro sob influência pelas delações dos executivos da JBS envolvendo o presidente Michel Temer.
 
 
"O Tesouro Nacional informa que, em razão da volatilidade observada no mercado, não realizará os leilões de venda de Letras do Tesouro Nacional - LTN, com vencimentos em 01/04/2018, 01/04/2019 e 01/07/2020 e Letras Financeiras do Tesouro Nacional - LFT, com vencimento em 01/03/2023, programados para hoje", divulgou o Tesouro em nota nesta manhã.
 

Ibovespa
 

A Bolsa de Valores já interrompeu suas atividades duas vezes na manhã desta quinta-feira devido à queda de mais de 10% do índice Ibovespa. Foi a primeira suspensão das atividades da bolsa desde 2008.
 

Câmbio
 

O dólar que já abriu as sessões com alta de quase 6%, cotado a R$ 3,31, teve outra nesta manhã sendo vendido a R$ 3,41. Na véspera, a divisa norte-americana era cotada a R$ 3,09 na abertura das sessões, um dos menores índices que a moeda havia atingido neste ano.
 
 
O professor de economia internacional, Ricardo Eleutério, explica que o cenário vai exigir uma atuação rápida da equipe econômica para tentar atenuar os efeitos da volatividade do mercado. “A política colocou a economia em uma camisa de força e o padrão de resposta do mercado financeiro em crises politicas e turbulências econômica é a bolsa cair e o dólar subir. E este comportamento deve se prosseguir nos próximos dois ou três dias até que aja uma melhor clareza da situação”.
 
 
Redação O POVO Online 
TAGS