PUBLICIDADE
Notícias

Angola Cables investirá US$ 50 milhões em Fortaleza este ano

O montante faz parte de US$ 300 milhões que a companhia de fornecimento de dados via cabos de fibra óptica fará na Cidade com seus três projetos

22:48 | 05/04/2017
A foto mostra uma visão 3D de como ficará o data center da Angola Cables em Fortaleza
A foto mostra uma visão 3D de como ficará o data center da Angola Cables em Fortaleza

[FOTO1] 

A Angola Cables, empresa de telecomunicações de Luanda (Angola), prevê investir US$ 50 milhões até o fim deste ano nos três projetos que possui em Fortaleza. Apenas até este mês já foram aportados US$ 10 milhões, conforme Rafael Pistono, CEO da companhia no Brasil.

 

Hoje a empresa está na fase conclusiva do sistema Monet, cabo submarino com tecnologia de fibra óptica que liga Santos (SP) a Miami (EUA), passando por Fortaleza. "Estamos na fase de construções terrestres, com 80% do projeto como um todo construído", diz. A estimativa é concluir o sistema, com consequente entrada em operação entre setembro e agosto deste ano.

 

Na Praia do Futuro, também está em construção a estação do South Atlantic Cable System (Sacs), que ligará a Luanda a Fortaleza e já está com 50% de conclusão. Na última semana, a empresa construiu o Survey, quando é realizado o mapeamento do trajeto e solo onde o cabo será instalado em alto mar.

 

A empresa ainda está construindo um data center na Praia do Futuro, no qual os cabos Monet e Sacs estarão interligados. A previsão de conclusão é para o primeiro semestre do próximo ano. De caráter neutro, o empreendimento permitirá que outras empresas interliguem seus sistemas a ele. "Pretendemos que ele seja um grande polo de interconectividade mundial e nacional. Um grande provedor de conteúdo", afirma Rafael.

 

Ao todo, os três projetos terão investimento e US$ 300 milhões. Sendo que o sistema Monet conta com parceria da Google (com duas fibras no cabo), Algar (com uma fibra) e Antel (com uma fibra). A Angola Cables possui duas fibras.

TAGS