PUBLICIDADE
Notícias

Morre o empresário cearense Ivan Martins, aos 62 anos

Ele é filho de Fran Martins, autoridade em Direito Comercial no Brasil

13:33 | 28/02/2017
Morre o administrador cearense Ivan Martins, de 62 anos (24/04/1954). Conforme O POVO Online apurou, ele faleceu devido a um infarto fulminante enquanto assistia TV em casa, por volta das 18 horas dessa segunda-feira, 27. O velório vai até as 14 horas desta terça-feira, 28, na Funerária Ethernus, na Aldeota. O enterro será às 16 horas, no Cemitério Parque da Paz.
 
Antigo colaborador da LM Desenvolvimento Imobiliário, empresa de Ivan Martins, Pedro Saboia lembra que o setor imobiliário era "a grande paixão" do cearense. "O Ivan sempre foi uma pessoa à frente do tempo dele aqui no Ceará. Ele sempre pensou na importância da integração do meio ambiente com as obras desenvolvidas", afirma. "Era uma mente brilhante nesse sentido de desenvolver projetos e trazer coisas diferentes para o mercado cearense".
 
Formado em Administração pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), Ivan trabalhou desde cedo com os pais na Construtora LM. Foi na construção civil que o empresário conseguiu deixar legados no Ceará. Em Fortaleza, construiu os shoppings Avenida, Aldeota e o Pátio Dom Luís. Em Juazeiro do Norte, trabalhou na realização do shopping Cariri.
 
Mas seu legado não ficou apenas em regiões e empreendimentos considerados nobres. Além de modificar a avenida Dom Luís, trazendo desenvolvimento para os bairros Aldeota e Meireles, Ivan se dedicou a um empreendimento para a população de baixa renda, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). No bairro José Walter, construiu o conjunto habitacional Cidade Jardim, com execução de 11 mil moradias.
 
Ivan era filho de Fran Martins, jurista professor de Direito Comercial, que deixou vários livros, sendo referência na área. Para que o legado do pai fosse preservado e passado para mais gerações, o empresário digitalizou seus livros para vendê-los não apenas nas lojas físicas.  A mãe era a escritora Lúcia Fernandes Martins e seus três irmãos se chamavam Taís Bezerra, Vânia Bezerra de Menezes e Paulo Henrique Martins.
 
Um de seus maiores orgulhos era seu tio, o senhor Antônio Martins Filho, do Crato, que fundou a Universidade Federal do Ceará (UFC), a Uece e também a Universidade Regional do Cariri (Urca).  Do avô materno, Cristiano Fernandes, foi de quem herdou os terrenos para construção dos shoppings.
Redação O POVO Online
TAGS