PUBLICIDADE
Notícias

Temperatura ambiente pode influenciar no rendimento do carro

Quanto mais quente o ar admitido pelo motor, pior será o rendimento do veículo

12:26 | 22/11/2016
NULL
NULL
[FOTO1]Segundo o engenheiro automotivo Gustavo Camara, a temperatura ambiente interfere diretamente na quantidade da mistura ar/combustível admitida pelo motor.

Quanto menor for a temperatura, maior é a massa de ar que caberá na câmara de combustão, sendo assim, maior será o de combustível. Desta forma, temperaturas mais altas diminuem o rendimento do veículo. O engenheiro destacou que essa relação é controlada eletronicamente pela unidade de comando eletrônico (ECU), que garante que a proporção não varie.

Por exemplo, se houver a queda de 10°C ou 15°C na temperatura externa, haverá aumenta de potência em até 5 cv. É por isso que, em lugares mais frios, o carro tende a ser mais econômico do que em lugares mais quentes: o motorista não prescisa pisar muito no acelerador para manter a velocidade.

Devido ao mesmo motivo, a maioria dos carros movidos por motores turbo possui o intercooler, um equipamento que resfria o ar admitido pela turebina do motor. Sendo mais denso, o ar frio captado é mais comprimido, com mais oxigênio por volume, melhorando o rendimento volumétrico da queima. Informações obtidas pela Quatro Rodas.
 
Redação O Povo Online 
TAGS