PUBLICIDADE
Notícias

Smiles agora paga milhas em hotéis

Empresa de cartões fidelidade, subsidiária da Gol, amplia serviços incluindo reservas de hotéis em todo o mundo ao fechar parceria com norte-americana Rocket Miles

19:02 | 13/07/2016
NULL
NULL
A Smiles, subsidiária da Gol Linhas Aéreas (dona de 54% da companhia), passa a operar também com reserva de hotéis. E pretende ampliar para locação de carros, reservas de restaurantes e outros serviços relacionados à viagens. A empresa também anunciou acordo com a norte-americana Rocket Miles, pertencente ao grupo Priceline – dono dos sites Booking.com e Kayak.

“Pretendemos nos tornar uma empresa de turismo, com todos os serviços, mas sem criar uma agência de turismo. São parcerias”, afirmou o presidente da Smiles, Leonel Andrade, em entrevista coletiva realizada em São Paulo. Ele afirmou que no futuro as reservas de hotéis poderão se tornar um negócio tão importante para a empresa quanto as milhas aéreas. Mas evitou prever quando.

A nova parceira Rocket Miles (www.rocketmiles.com) é uma empresa jovem, nascida no Vale do Silício - sede de Google, Facebook, Apple e outras. Com cerca de três anos de mercado já foi comprada pelo Grupo Priceline (de US$ 65 bilhões) e tem como meta atingir 1 bilhão de clientes em todo o mundo.

O programa de fidelidade da Rocket Miles paga milhas aos clientes quando estes fazem reservas pelo site. Uma diária pode render entre 500 e 10 mil milhas. Um exemplo: cinco dias em hotel cinco estrelas gera até 50 mil milhas. Este acumulado pode ser transformado em um bilhete ida e volta de São Paulo para Nova York.

O CEO Jay Hofmann informou, por meio de videoconferência, que em no máximo 90 dias estará completamente integrado a Smiles. Hoje, os clientes da empresa brasileira já começarão a receber ofertas exclusivas de hotéis.

Leonel esclareceu que a norte-americana compra as milhas dos clientes e paga à Smiles, que converte parte para os seus clientes. A Smiles calcula fechar 2016 com quatro milhões de passagens emitidas. A media diária é de 15 mil bilhetes. As ações da companhia fecharam o dia na Bovespa zerando as perdas, a R$ 47,17 (- 0,08%).

A parceria inclui exclusividade. De todo modo, durante a coletiva, O POVO acessou o site do programa Tudo Azul, da Azul Linhas Aéreas e este exibia link para a Rocket Miles. Jay, contudo, explicou, que este vinculo não há mais. No menu da empresa, o Tudo Azul não aparecia.

Para integrar o cardápio de hotéis da Rocket Miles, é obrigatório possuir nota pelo menos 6 nas avaliações feitas pelos hóspedes nos sites TripAdvisor e Booking.com.

Serviço: Nos três primeiros meses, os clientes têm de entrar no site www.rocketmiles.com/smiles

*O jornalista viajou a São Paulo a convite da Smiles
TAGS