PUBLICIDADE
Notícias

Metade das regionais do Fed defenderam aumento da taxa de desconto em junho

16:00 | 12/07/2016
Seis dos doze escritórios regionais do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) gostariam de ter elevado a taxa de desconto antes da reunião de política monetária de junho, de acordo com a ata da reunião, divulgada nesta terça-feira.

O número representa uma alta de regionais que advogavam tal aumento. Anteriormente, quatro escritórios defendiam o movimento. A taxa de desconto, ou taxa de juros que o Fed exige dos bancos membros para empréstimos, está em 1,0% desde 17 de dezembro.

O aumento para 1,25% foi defendido pelos escritórios de Boston, St. Louis, Cleveland, San Francisco, Richmond e Kansas City, "em luz do atual e esperado fortalecimento da atividade econômica e da melhora das expectativas de inflação".

Os demais escritórios regionais e os cinco membros do Fed prevaleceram em sua preferência em mater a taxa estável.

Mudanças na posição sobre a taxa de desconto podem refletir as perspectiva de autoridades do Fed em relação à taxa básica de juros. Na reunião de junho, o comitê de política monetária decidiu manter os juros no intervalo entre 0,25% e 0,50%. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS