PUBLICIDADE
Notícias

Líderes do Japão alertam para instabilidades nos mercados financeiros

14:10 | 28/06/2016
Lideranças japonesas alertaram para a instabilidade nos mercados financeiros após a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia, afirmando que ela pode ter efeitos sobre a economia do país.

Discursando após um reunião com representantes do Banco do Japão (BoJ) e o Ministério das Finanças, o primeiro-ministro Shinzo Abe pediu que eles acompanhem de perto os desenvolvimentos no mercado de câmbio, fornecendo a liquidez e o crédito necessário às instituições financeiras.

"A incertezas ainda estão presentes nos mercados financeiros", afirmou, apesar de reconhecer uma melhora no ambiente. Hoje, a bolsa de Tóquio interrompeu a queda e fechou em alta marginal de 0,1%.

Já o presidente do BoJ, Haruhiko Kuroda, afirmou que a abordagem de política monetária da instituição se mantém inalterada. Ele se recusou, no entanto, a comentar sobre a possibilidade de uma reunião de emergência do comitê de política monetária, como vem sendo especulado após o plebiscito no Reino Unido.

O ministro das Finanças, Taro Aso, relativizou a turbulência dos mercados nos últimos dias, afirmando que elas não foram tão fortes quanto previa o governo.

"Nós havíamos nos preparado para o pior cenário no mercado de câmbio antes da votação. Portanto, as flutuações foram menores do que esperávamos", disse.

Aso, no entanto, afirmou ter sido instruído por Abe a monitorar os movimentos de mercados e agir "firmemente" caso necessário.

Na sexta-feira, o iene se atingiu máximas em vários anos após a confirmação da vitória do Brexit no Reino Unido. Hoje, ele voltou a operar perto do patamar de 102 por dólar. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS