PUBLICIDADE
Notícias

China vai fortalecer política fiscal proativa, diz PBoC

09:00 | 27/06/2016
O Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) afirmou hoje que a segunda maior economia do mundo continua a enfrentar pressões de baixa, à medida que lida com as questões do excesso de capacidade produtiva e do endividamento do setor corporativo.

Em relatório anual sobre estabilidade financeira, o PBoC prometeu manter ampla liquidez nos mercados financeiros, em meio à desaceleração da economia, utilizando ferramentas como operações no mercado aberto e empréstimos, entre outros.

O BC chinês também prometeu fortalecer a política fiscal proativa e impulsionar os déficits fiscais para sustentar a economia. Segundo o PBoC, Pequim vai aumentar os gastos fiscais e investimentos federais, assim como reduzir impostos e tarifas cobrados sobre empresas.

O documento afirma ainda que a China vai manter o yuan estável, intensificar a regulação financeira e proteger os mercados contra riscos financeiros sistêmicos.

De acordo com o PBoC, a China também precisa participar ativamente da definição de regras financeiras internacionais. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS