PUBLICIDADE
Notícias

Definir os gestores para os bancos públicos é o próximo passo

12:25 | 24/05/2016

O ministro da Fazenda Henrique Meirelles declarou que, depois do anúncio das medidas econômicas do governo de Michel Temer, feito na manhã desta terça-feira, o próximo passo para a equipe é definir os nomes para as presidências e diretorias dos bancos públicos. Ainda não há, no entanto, data marcada para o anúncio.

A divulgação estava marcada para acontecer durante a semana passada, mas foi adiada. Segundo Meirelles, a prioridade da equipe nos últimos dias era a preparação das medidas econômicas, motivo pelo qual aconteceu o adiamento.

 

O nome mais cotado para a presidência do Banco Central é Ilan Goldfajn, que tem experiência no BC, já tendo passado pelo cargo de diretor de política econômica do Banco.

 

Durante o pronunciamento do presidente interino Michel Temer, foi anunciada a proposta ao Congresso de adotar um teto nos gastos públicos tomando como referência a inflação do ano anterior. Também foi proposto que o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) devolva para o Tesouro Nacional os recursos repassados nos últimos anos, que podem chegar a R$ 500 bilhões.

Redação O POVO Online
TAGS