PUBLICIDADE
Notícias

Obras no Galeão também aguardam liberação do BNDES

10:30 | 12/04/2016
Leiloado em novembro de 2013, o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, corre o risco de não ter as obras concluídas no prazo exigido para atender aos jogos Olímpicos neste ano - como a extensão do Terminal Dois, com 26 novas portas de embarque e sistema de bagagem - porque o financiamento de longo prazo, no valor de R$ 1,5 bilhão, não é liberado. As operações de empréstimos-ponte desembolsadas somaram R$ 1,1 bilhão, informou o BNDES. O banco afirmou que o financiamento de longo prazo está em curso.

A Invepar, que venceu a concessão da BR-040, e a BH Airport, concessionária do aeroporto de Belo Horizonte, afirmaram que ainda negociam a liberação dos financiamentos com o BNDES.

"O BNDES tem analisado, contratado e liberado recursos aos projetos de acordo com as particularidades de cada caso, sempre seguindo estritamente as condições que foram anunciadas previamente à realização dos leilões", informou o banco, em nota. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

TAGS