PUBLICIDADE
Notícias

Fortaleza pagou R$ 39,6 milhões em ressarcimento ao SUS

O valor é apenas 28,4% do valor notificado, que foi de R$ 139 milhões

22:14 | 26/04/2016

Os planos de saúde em Fortaleza pagaram R$ 39,6 milhões em ressarcimento ao Governo Federal pelo uso do Sistema Único de Saúde (SUS) de seus clientes de 2000 até março de 2016. O valor é apenas 28,4% do valor notificado, que foi de R$ 139 milhões.

Desse total, R$ 66,9 mi se transformaram em cobrança. Os dados são da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), divulgados ontem.
Para René Santos, coordenador técnico do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conas), o sistema de ressarcimento hoje é mais evoluido do que o anterior, já que, em alguns casos, o sistema do plano do paciente já é cruzado com o do SUS.

Ressalta que o problema ainda é atendimento de urgência e emergência, que não são identificados. “Mudar isso envolve o próprio SUS, que precisa acrescentar cruzamentos no sistema”, diz.

Desde 2000, a ANS arrecadou e repassou ao Fundo Nacional de Saúde (FNS) cerca de R$ 1,2 bilhão, o que corresponde a 46% do valor total dos atendimentos passíveis de ressarcimento - notificações não impugnadas pelas operadoras e notificações cujas contestações foram indeferidas. Somente de janeiro de 2015 a março de 2016, foram arrecadados e repassados R$ 399,8 milhões.

Um total de R$ 1,6 bilhão refere-se a atendimentos impugnados e que estão em análise pela Agência. Outros R$ 623,2 milhões devidos pelas operadoras foram encaminhados à dívida ativa e estão sendo cobrados pelo Judiciário, via União.

Redação O POVO Online

TAGS