PUBLICIDADE
Notícias

Déficit comercial dos EUA sobe a US$ 47,06 bilhões em fevereiro

10:00 | 05/04/2016
O déficit da balança comercial dos EUA atingiu em fevereiro o maior nível em seis meses, uma vez que as importações cresceram mais do que as exportações, indicando que a desaceleração da economia global e a tendência de valorização do dólar continuam pressionando a economia norte-americana.

Dados do Departamento de Comércio dos EUA mostram que o país registrou déficit comercial de US$ 47,06 bilhões em fevereiro, o maior patamar desde agosto e 2,6% acima do saldo negativo de janeiro, considerando-se ajustes sazonais. Economistas consultados pelo Wall Street Journal previam saldo negativo menor em fevereiro, de US$ 46,2 bilhões.

O déficit estimado de janeiro, por sua vez, foi ligeiramente revisado para cima, de US$ 45,68 bilhões para US$ 45,88 bilhões.

As exportações dos EUA subiram 1% em fevereiro, a US$ 178,07 bilhões, registrando a maior alta desde setembro de 2015, enquanto as importações avançaram 1,3%, a US$ 225,13 bilhões, no maior aumento em 11 meses.

No primeiro bimestre, os EUA acumularam déficit comercial US$ 10,79 bilhões maior que o de igual período do ano passado.

Em fevereiro, tanto as exportações quanto as importações de bens de consumo subiram ante o mês anterior, embora as importações de veículos tenham diminuído. As compras externas de alimentos e bebidas atingiram recorde, assim como as de serviços.

Apenas no setor petrolífero, o déficit comercial dos EUA encolheu para US$ 3,55 bilhões em fevereiro, de US$ 4,62 bilhões em janeiro e US$ 8,09 bilhões em fevereiro de 2015.

Ainda em fevereiro, as exportações dos EUA para a China foram as mais baixas desde junho de 2011, enquanto as vendas para as Américas Central e do Sul foram as menores desde fevereiro de 2010. Já as importações provenientes do Canadá foram as menores desde julho de 2010. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS