PUBLICIDADE
Notícias

Renault e Nissan assinam contrato de convergência

Empresas firmam parceria de sinergia em setores estratégicos. Objetivo é reduzir custos

18:48 | 14/03/2016

As montadoras Renault e Nissan assinaram contrato de convergência. Ele consiste na integração das divisões produtivas, criação de processos comuns, intercâmbio de profissionais e compartilhamento de recurso. Um contrato semelhante, firmado em 2014, entre a francesa e a japonesa, rendeu 4 bilhões de euros às envolvidas.

Os setores fortalecidos são os de Engenharia, Engenharia de Manufatura e Gestão da Cadeia de Fornecimento, Compras, Recursos Humanos. A expectativa é que a aliança tenha como objetivo a redução de custos. Ao todo, o valor da “sinergia” deve gerar aproximadamente 5,5 bilhões de euros até 2018

Até o final de março, executivos da Renault e da Nissan apresentarão os projetos de convergência às instâncias de decisão em nível corporativo e de representatividade do pessoal. Se aprovados após um processo de revisão interno, a implementação será efetivada em 1º de abril, quando serão anunciados os líderes destas novas funções e o escopo das atividades convergidas.

“A indústria automobilística está evoluindo rápido, exigindo que Renault e Nissan alavanquem ainda mais a Aliança como ferramenta pragmática de negócios,” comentou o Presidente e CEO da Aliança Renault-Nissan, Carlos Ghosn.

 

 

Redação O POVO Online

TAGS