PUBLICIDADE
Notícias

Conselhos de meio ambiente de federações de indústria do NE se reúnem hoje

Na pauta, bioinvasores, o case de Redenção 2020 e licenciamento ambiental. A reunião contempla uma visita técnica à indústria de cerâmica Assunção, do Grupo Tavares, em Aquiraz.

08:59 | 08/03/2016

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) sedia hoje, 8, das 8h às 17h, a 20ª reunião do Conselho de Meio Ambiente Regional Nordeste da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Na pauta, bioinvasores, o case de Redenção 2020 e licenciamento ambiental. A reunião contempla uma visita técnica à indústria de cerâmica Assunção, do Grupo Tavares, em Aquiraz.

No caso da carnaúba, o bioinvasor unha-do-diabo, trepadeira nativa de madagascar, cresce rapidamente sufocando a carnaúba. É resistente à seca e chega a cobrir toda a copa das carnaubeiras, impedindo que se retire suas palhas, usadas tradicionalmente em vários municípios do Ceará. Também será discutido o caso do bioinvasor coral sol.

A visita à Cerâmica Assunção, do Grupo Tavares, aconteceu ontem, 7, e teve como objetivo conhecer o processo produtivo da empresa, que usa 100% do combustível de biomassa renovável na queima da cerâmica.

A reunião é composta por membros do conselho nos estados nordestinos. No Ceará, participam o diretor financeiro e presidente do Sindicato das Indústrias Refinadoras de Cera de Carnaúba do Estado do Ceará (Sindicarnaúba), Edgar Gadelha; presidente do Sindicato das Empresas de Reciclagem de Resíduos Sólidos Domésticos e Industriais no Estado do Ceará (Sindiverde), Marcos Albuquerque; e gerente do Núcleo de Meio Ambiente, Renato Aragão.

COEMA
O Conselho de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Confederação Nacional da Indústria acompanha legislações e tendências, avalia políticas públicas, estimula o uso eficiente dos recursos naturais, promove a inserção da sustentabilidade nas estratégias de negócios visando o aumento da competitividade das indústrias. Promove o debate com especialistas e autoridades na área ambiental em temas como licenciamento, biodiversidade.

 

 Redação O Povo Online
TAGS