PUBLICIDADE
Notícias

BCE estuda formas de compensar custo de taxas de juros negativas, diz Coeuré

10:50 | 02/03/2016
O Banco Central Europeu (BCE) está estudando formas de compensar os custos de taxas de juros negativas para os bancos, afirmou hoje Benoît Coeuré, membro do conselho executivo do BCE, sinalizando que a instituição pode estar se preparando para voltar a cortar juros.

O comentário de Coeuré vem um pouco mais de uma semana antes da reunião de política monetária do BCE, no próximo dia 10. No encontro anterior, em janeiro, o BCE sinalizou que poderia ampliar seus estímulos este mês.

O BCE reduziu sua taxa de depósitos para -0,3% em dezembro e há expectativas de que a taxa voltará a ser cortada na próxima semana.

Durante discurso em Frankfurt, Coeuré afirmou que o BCE está "estudando cuidadosamente os esquemas usados em outras jurisdições para mitigar possíveis consequências adversas" de taxas abaixo de zero sobre empréstimos bancários.

Taxas negativas impõem uma cobrança sobre depósitos, em vez de pagar juros. Com a iniciativa, o BCE espera estimular os bancos a conceder empréstimos de forma mais agressiva e impulsionar a economia da zona do euro.

O setor bancário, no entanto, alega que a política está prejudicando seus lucros e pode obrigá-lo a elevar o custo dos empréstimos.

Segundo Coeuré, os bancos, por enquanto, conseguiram "mais do que compensar" o custo das taxas negativas por meio de um volume maior de empréstimos, custos menores de juros e ganhos de capital. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS