PUBLICIDADE
Notícias

Opep pode estimular produção de xisto nos EUA, caso corte oferta de petróleo

08:50 | 08/02/2016
Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) podem sofrer agora com o preço baixo do petróleo, mas caso eles se organizem para realizar um corte digno de crédito na oferta correm o risco de estimular a produção de xisto nos Estados Unidos. Além disso, pode haver um atraso em cortes no investimento de capital das companhias do setor, avalia a corretora PVM em nota.

A PVM também acredita que, caso o corte da Opep ocorra, seria inevitável que especuladores entrassem no mercado e exagerassem o impacto disso no preço. Diante desse risco, há um argumento forte para que a Arábia Saudita e os outros membros da Opep mantenham os preços baixos por mais alguns meses, a fim de prejudicar as companhias produtoras de xisto e garantir que elas produzam menos e tenham cortado investimento, antes de que os preços comecem novamente a subir, diz a corretora.

Na avaliação de Joel Hanley, da Platts, a revolução do xisto dos EUA representa um desafio para a Arábia Saudita manter sua fatia de mercado. Hanley diz que, apesar da tentativa saudita de tirar o xisto norte-americano do mercado, os produtores dos EUA têm sido extremamente resistentes, com grandes cortes em seus custos. "A Arábia Saudita não esperava que o xisto dos EUA pudesse sobreviver tanto tempo", disse ele. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS