PUBLICIDADE
Notícias

Queda de receita exige controle de gastos, diz líder do PSDB no Senado

14:15 | 21/01/2016
O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), divulgou nesta quinta-feira, 21, nota em que afirma que a queda de arrecadação de 2015 comprova que o governo Dilma Rousseff precisa controlar os gastos públicos. Dados divulgados nesta quinta-feira, 21, pela Receita Federal mostram que, no ano passado, a arrecadação de tributos pelo órgão alcançou R$ 1,221 trilhão, uma queda real de 5,62% em relação ao ano de 2014.

Foi o pior desempenho anual desde 2010, considerando os valores corrigidos pela inflação. "Cada vez mais se comprova que o governo precisa controlar os seus gastos, porque o orçamento público é como uma caixa-d'água. Não adianta olhar apenas para o que entra, que é a receita, mas é preciso controlar tudo aquilo que sai, ou seja, a despesa. O Estado não gera riqueza. Quem gera riqueza é a sociedade, os trabalhadores, os empresários, aqueles que produzem. Não é correto que o governo queira aumentar mais impostos para aumentar a arrecadação", disse Cunha.

Para o tucano, a constatação é a de que o governo precisa cuidar do fluxo da "caixa d'água". Ele disse que o aviso é curto e definitivo. "A sociedade não aguenta mais pagar impostos", afirmou o líder, que tornou a dizer que o PSDB não apoiará a volta da CPMF ou qualquer outra forma de aumento de impostos em decorrência da queda de arrecadação.

TAGS