PUBLICIDADE
Notícias

PIB da China desacelera para 6,9% em 2015, no patamar mais fraco desde 1990

11:25 | 19/01/2016
O Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 6,9% no período de janeiro a dezembro de 2015, na comparação com o mesmo período de 2014, de acordo com o Escritório Nacional de Estatísticas. O resultado veio em linha com a previsão de 15 economistas consultados pelo Wall Street Journal, mas foi o mais baixo desde 1990. Em 2014, o PIB havia se expandido 7,3%.

A economia chinesa cresceu 6,8% no quarto trimestre de 2015, na comparação com o mesmo período de 2014, e avançou 1,6% na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, quando o PIB havia crescido 1,8% na base trimestral e 6,9% em termos anuais.

O resultado de 2015 provavelmente permitirá que os formuladores de política monetária de Pequim afirmem que a economia se expandiu em linha com a meta oficial do governo de cerca de 7%, impulsionada por cortes de juros e medidas de estímulo.

OUTROS DADOS - A produção industrial da China cresceu 5,9% em dezembro, na comparação com igual mês de 2014. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam crescimento maior, de 6,0%. Em novembro, o crescimento anual da indústria havia sido de 6,2%.

O resultado aponta para o contínuo enfraquecimento das atividades fabris no final do ano em que a China teve o crescimento mais baixo do Produto Interno Bruto (PIB) em 25 anos (+6,9%).

Na comparação mensal, a produção industrial cresceu 0,41% em dezembro ante novembro, quando a produção avançou 0,58% ante outubro. Em 2015, o crescimento industrial avançou 6,1%. Em 2014, o crescimento havia sido de 8,3%.

O investimento em ativos fixos nas cidades da China subiu 10,0% no ano, na comparação com igual período de 2014, abaixo das expectativas de analistas, de alta de 10,2%. Já as vendas no varejo cresceram 11,1% em dezembro na comparação anual, desacelerando da alta de 11,2% em novembro, em termos anuais, e levemente abaixo das expectativas, de +11,2%.

As vendas no varejo avançaram 0,82% em dezembro ante o mês anterior, quando as vendas haviam subido 0,86% na comparação com outubro.

No ano passado, as vendas no varejo avançaram 10,7% ante um crescimento anual de 12,0% em 2014. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS