Correção: Irã diz que tensões com Arábia Saudita geram impacto no petróleoNotícias de Economia
PUBLICIDADE
Notícias


Correção: Irã diz que tensões com Arábia Saudita geram impacto no petróleo

09:05 | 06/01/2016
A agência Dow Jones Newswires corrigiu informação publicada anteriormente, esclarecendo que a maior ameaça ao mercado de petróleo, para a autoridade iraniana, é o excesso de oferta. Segue o texto corrigido:

As tensões entre o Irã e a Arábia Saudita geram um impacto de curto prazo no mercado de petróleo, afirmou nesta quarta-feira uma graduada autoridade do setor de petróleo iraniano. A maior ameaça para a commodity segundo essa autoridade, porém, é o excesso de oferta.

As declarações são dadas em meio a tensões entre o Irã e a Arábia Saudita. Riad cortou relações diplomáticas com Teerã, após uma multidão que protestava contra a execução de um clérigo xiita na Arábia Saudita atacar a embaixada saudita na capital iraniana.

Falando à agência de notícias Shana, do Ministério do Petróleo do Irã, Mehdi Asali, diretor do departamento de assuntos relacionados à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) no ministério, disse que as tensões entre "Irã e a Arábia Saudita são uma questão política que irá impactar no curto prazo o mercado de petróleo". Segundo ele, o excesso de oferta é "a maior ameaça" ao mercado de petróleo.

Asali afirmou que as tensões ganham maior peso diante do atual quadro de excesso de oferta de até 2 milhões de barris ao dia no mercado global da commodity. Isso ocorre também no momento em que o Irã se prepara para aumentar sua produção em 500 mil barris diários, quando sanções internacionais contra o país forem retiradas nas próximas semanas. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS