PUBLICIDADE
Notícias

Banco Central da Rússia decide manter taxa básica de juros em 11%

08:35 | 29/01/2016
O Banco Central da Rússia decidiu manter sua taxa básica de juros em 11% nesta sexta-feira. A instituição citou os riscos inflacionários, diante da desvalorização do rublo, e advertiu para a possibilidade de que tenha de adotar um aperto na política monetária, se a inflação acelerar mais.

O BC russo manteve a taxa de juros pela quarta reunião seguida, ignorando os pedidos de empresários e políticos por um corte, diante da duradoura crise econômica nacional. Diferentemente de seu comunicado anterior, do fim de 2015, o banco central omitiu um compromisso com uma taxa de juros mais baixa em uma das próximas reuniões.

A projeção do BC russo é de que a inflação fique em 10% em janeiro e desacelere um pouco, para entre 8% e 9%, em todo o primeiro trimestre deste ano. No segundo trimestre, a inflação deve desacelerar. A instituição citou em seu comunicado o risco de que a meta de inflação de 2017, de 4% ao ano, não seja alcançada.

O BC da Rússia apontou, ainda, que há a possibilidade de uma recessão devido ao preço fraco do petróleo e que isso gera riscos para a inflação e a estabilidade financeira do país. Segundo ele, o preço médio da commodity em 2016 e 2017 pode ficar abaixo do antes previsto. Ainda assim, o BC projeta que o Produto Interno Bruto (PIB) voltará a crescer em 2017. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS