PUBLICIDADE
Notícias

MDIC: exportação de carne bovina continua desacelerando

15:40 | 01/12/2014
Mesmo diante das expectativas de uma demanda internacional aquecida, as exportações brasileiras de carne bovina in natura registraram em novembro a terceira queda mensal consecutiva deste ano. Segundo dados divulgados na tarde desta segunda-feira, dia 1º, pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o volume exportado pelo País no mês passado recuou 12,2% ante novembro de 2013, para 90,5 mil toneladas.

Apesar da alta de 4,8% no preço da médio da commodity, a receita das vendas externas da proteína também caíram 8% na comparação anual, para US$ 441,6 milhões. Na comparação com outubro, o saldo das exportações de carne bovina também foi negativo. O volume exportado caiu 20,2%, enquanto o faturamento ficou 21,9% inferior.

As exportações carne de frango in natura também recuaram em novembro. Na comparação com o mesmo mês de 2013, o volume exportado pelo Brasil caiu 5,5%, para 297,6 mil toneladas. Já o faturamento teve retração de 3,1%, para US$ 567,8 milhões, compensado em parte pelo aumento de 2,6% no preço médio da proteína. Em relação a outubro, a queda foi de 9,7% em volume e de 11,5% em receita.

Já as exportações de carne suína in natura registraram um crescimento de 15,7% no volume embarcado em novembro, totalizando 36,7 mil toneladas. Ainda na comparação anual, a receita das vendas externas de carne suína apresentou um salto de 49,9%, puxado pela alta de 29,5% no preço médio do produto. Ante outubro, no entanto, houve redução de 15,8% em volume e de 26% em receita.

Acumulado do ano

Entre janeiro e novembro as exportações de carne bovina in natura chegaram a 1,118 milhão de toneladas, alta de 4,2% na comparação com as 1,073 milhão de toneladas embarcadas em igual período de 2013. Já a receita ficou praticamente estável (+0,8%), com um faturamento de US$ 5,225 bilhões em 2014 contra US$ 5,185 bilhões no ano passado.

As vendas externas de carne de frango in natura apresentam crescimento de 1,2% no volume embarcado, passando de 3,266 milhões de toneladas em 2013 para 3,328 milhões de toneladas neste ano. Em receita, o aumento foi de 2,2%, de US$ 6,188 bilhões para US$ 6,325 bilhões.

Já as exportações de carne suína in natura caíram 5,1% em volume no acumulado de 2014 ante igual período do ano anterior, de 408,7 mil toneladas para 387,7 mil toneladas. Em contrapartida, com a valorização do preço médio da carne suína neste ano, o faturamento avançou 19,2% na mesma base de comparação, de US$ 1,136 bilhão para US$ 1,354 bilhão.

TAGS